Welcome



INICIO
EDITORAS PARCEIRAS
BLOGS PARCEIROS
BOOKLIST
LINK-ME
SELINHOS
CONTATO

08 outubro 2012

#40 Toda Sua - Sylvia Day

Título: Toda Sua
Autora: Sylvia Day
Editora: Paralela
Número de Páginas: 274

Sinopse:

" Eva Tramell tem 24 anos e acaba de conseguir um emprego em uma das maiores agências de publicidade dos Estados Unidos. Tudo parece correr de acordo com o plano, até que ela conhece o jovem bilionário Gideon Cross, o homem mais sexy que ela — e provavelmente qualquer outra pessoa — já viu. Gideon imediatamente se interessa por Eva, que faz tudo o que pode para resistir à tentação. Mas ele é lindo, forte, rico, bem-sucedido, poderoso e sempre consegue o que quer — e é claro que Eva acaba se entregando.
Uma relação intensa começa. O sexo é incrível. Capaz de levar os dois a extremos a que jamais tinham chegado. E, então, eles se apaixonam — o que pode ser tanto a chave para um futuro feliz quanto a faísca que trará de volta os traumas do passado. "


Resenha

Trata-se de um livro profundamente erótico, onde os protagonistas principais são pessoas jovens, mas com sérios traumas advindos da infância.
O drama ser desenrola na cidade de Nova York, onde Eva Tramell é totalmente liberada de comportamentos tradicionais, divide um apartamento amplo com seu melhor amigo Cary
Enquanto o galã Gideon Cross é também um cara altamente liberal, de atitudes grosseiras, porém sinceras e sem rodeios quando interage com o seu par romântico. Nesse primeiro livro da trilogia, os relacionamentos vão se expandindo, englobando novos personagens, para que haja suporte aos dois livros vindouros.



– Muito bem, acho que já chega.  – Cary me interrompeu com um leve tom de contentamento. Ele ocupou a abertura da porta do meu pequeno escritório, encostado insolentemente no batente da porta.
– Sério? – eu estava tão entretida; não tinha noção do tempo que havia se passado.
– Acho que não vai demorar muito pra ele vir até aqui. Está todo impaciente.

Como num relacionamento forte, marcado por um erotismo envolvente (que envolve quem lê também), há muitos altos e baixos. Com momentos de frustrações, romantismo, desespero, pieguice, fugas, medo, trauma, choro, havendo momentos em que se virando a página, quem lê não saberia como terminaria aquele diálogo. Achei a abordagem de Gideon para com Eva muito bruta e crua, indo direto ao ponto.

Eles são fortes (Eva e Gideon), se ajudam mutuamente quando enfrentam seus medos e traumas, procurando saídas plausíveis.
À proporção que se vai lendo, nota-se nitidamente situações semelhantes e vividas por outros personagens de outros livros. Mas isso não desmerece a obra em questão e nem a leitura é monótona, ao contrário quem lê praticamente devora o que está lendo.
 


– Eva... Se você me disser exatamente o que quer... – ele engoliu em seco.  – Posso melhorar se você me der uma chance. Só não... não desista de mim.
Jesus. Como era fácil para ele me deixar com o coração na mão. Algumas palavras, um olhar de desespero e eu já estava entregue.




A escrita de Toda Sua comparada a Cinquenta Tons é gritante!
Cinquenta Tons é completamente diferente e melhor em muitos aspectos. Minha opinião sobre a comparação dessas duas estórias é que a Trilogia de E. L. James deixa no chinelo a da Sylvia Day (isso não quer dizer que não gostei do livro).

O romantismo é um pouco esquecido (mas entre uma safadeza e outra, aparece, por incrível que pareça) e a linguagem dos personagens é às vezes ofensiva demais, bruta demais, as cenas eróticas são fortes, com o linguajar chulo chegando a ser para alguns leitores indecente.

Apesar de muitos desencontros e barracos, eles descobrem que se amam e é esse amor que os redime.


Espero que tenham gostado.
Comentem!
Bjs.

19 comentários:

  1. Oi amiga, ótima resenha.. eu adorei ler este livro, não posso falar de 50 tons pq não li..
    realmente não tem muito romance e as palavras.... hehe

    bjs
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi amiga eu amei a sua resenha, o tema do livro realmente é bem diferente e o livro deve ser interessante sim, valeu a dica! Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ótima resenha Lauri! Tenho visto vários elogios referentes à Toda Sua e pelo jeito, ele coloca a trilogia Cinquenta Tons no chinelo. Beijo!

    ResponderExcluir
  4. não sei, mas acho que esse livro só ta nas prateleiras por causa do sucesso de 50 tons, eu gostei da sua resenha e talvez quem sabe no futuro eu dê uma chance no meu coração para esse livro xD

    http://himi-tsu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi flor.
    Eu também já li Toda Sua e adorei.
    Estou louca pela continuação.
    Acho que o lado "sentimental" vai ser mais explorado na continuação...
    Eu não achei o linguajar tão chulo assim. Eu sempre li esse tipo de leitura, então acho que já acostumei rs
    Beijinhos,
    http://fulanaleitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Boa resenha, mas você gostou ou não do livro?
    Já li 50 tons e não gostei muito então não vou me arriscar.

    Beijo.

    http://navirj.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei o livro, mas prefiro com toda certeza Cinquenta Tons.

      Excluir
  7. Ainda nao li, mais parece ser bom :D
    rockdeverdadeeatitude.blogspot.com/ bj

    ResponderExcluir
  8. Confesso que estou infinitamente surpresa por você dizer que cinquenta tons é melhor, rs. Nunca li nenhum dos dois, mas depois de ter lido diversas críticas a cinquenta tons e elogios a toda sua fiquei completamente apegada a ideia de que na verdade seria Toda sua a colocar a série de E.L James no chinelo, rs.
    Entendi completamente seus motivos e acredito que terei que ler os dois para poder ter a minha opinião a respeito, rsrs.
    Beijo!!

    ResponderExcluir
  9. Boa resenha mesmo, Lauri! Já li algumas resenhas de "Toda Sua" e parece bom, para quem gosta do gênero!

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Tem meme pra ti no meu blog: http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/
    Mil Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Eu não tenho tanta curiosidade de ler esse livro, acho que essas modinhas acabam colocando livros não tão bons numa posição que nem sempre é digna. Não o ignoraria também.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Vixi...agora é moda mesmo livros com teor erótico. Ainda não li nada nessa linha e não sei o que esperar!
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma

    ResponderExcluir
  13. Eu comecei a ler 50 Tons de Cinza e nem terminei porque não me prendeu muito, se ele é melhor que Toda Sua então nem pretendo ler esse.
    Adorei a resenha!
    Beijos
    Raiana - Território Pop

    ResponderExcluir
  14. Esse tipo de livro está super na moda.
    Ainda não li nenhuma das duas trilogias!

    http://4demarco.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Louco para ler esse livro, mesmo não sendo fã de livros eróticos.

    www.nadandoemlivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Gostei muito mais de Cinquenta Tons do que do plágio Toda Sua.Mas a linguagem das duas estórias,nos momentos sensuais é vulgar e grosseira,mas sem dúvida vc não consegue parar de ler!Temos que encará las como um romance para momentos divertidos,sem esperar um enriquecimento cultural,após a leitura!

    ResponderExcluir
  17. O conteudo literario de Toda sua e infinitamnete superior a 50 shades gente, nao temos como comparar, ja que Sylvia Day é uma autora experiente:
    Mas sem duvida Toda sua é para adultos, pois é bem mais gráfico..

    Vcs podem ler minha matéria dos dois livros e de clássicos do genero, como dos maravilhosos livros de Anais Nïn aqui:
    http://www.bleucerise.net/?p=12869
    bjs

    ResponderExcluir
  18. Ótima resenha, mas eu também concordo que 50 tons é um livro muito melhor do que Toda Sua, achei muito indecente a linguagem desse livro.

    Att;
    Dani.

    ResponderExcluir