Welcome



INICIO
EDITORAS PARCEIRAS
BLOGS PARCEIROS
BOOKLIST
LINK-ME
SELINHOS
CONTATO

31 janeiro 2013

Resenha #65 - Onze Minutos - Paulo Coelho



Título: Onze Minutos
Autor: Paulo Coelho
Editora: Rocco
Número de Páginas: 255

Sinopse:

“ Maria, uma mulher oriunda de uma pequena cidade do Brasil, descobre rapidamente o poder que a sua beleza exerce sobre os homens. Desiludida com o amor romântico e desencantada com a paixão, é levada a trabalhar numa boate na Suíça, onde aprende a viver do sexo e a utilizá-lo para satisfazer os outros. Mas à medida que se vai aperfeiçoando e criando o distanciamento necessário entre si e o seu corpo, sente cada vez mais que está a deixar morrer uma parte importante de si.
A história de Maria é a história de uma mulher que ousa transgredir e desafiar a estrutura de uma vida banal para descobrir o poder redentor da paixão. O erotismo e a sensibilidade de Onze Minutos constituem uma reflexão profunda sobre a história e a natureza da sexualidade e o papel que desempenha na busca do sagrado. ”

Resenha

Ao abrir o livro, me deparo com uma dedicatória muito tocante a um senhor, sua mulher e sua neta. Paulo Coelho o conheceu na Gruta de Lourdes, na França onde o mesmo perguntou: “Sabe que você parece o Paulo Coelho? ”. 
O Senhor de quase sessenta anos o abraçou apresentando-lhe sua família e disse ao autor que os seus livros o faziam sonhar. Por causa disso Paulo Coelho dedicou a ele, Maurice Gravelines, sua dedicatória nesse livro.

“ Alguns livros nos fazem sonhar, outros trazem a realidade, mas nenhum pode fugir daquilo que é mais importante para um autor: a honestidade com o que escreve. ”


Onze Minutos relata a estória de Maria, uma menina virgem e inocente que vive com seus pais. A cidade não tinha muitos atrativos e nem do que se distrair, mas Maria era uma sonhadora. Queria encontrar o homem perfeito, casar-se, ter filhos e ter uma casa com vista para o mar.

Sofreu muito por amor e prometeu a si mesma que jamais iria se apaixonar novamente. Ela não sabia que o nosso coração pode nos atraiçoar repetidas vezes.
Maria cresceu, virando uma mulher linda e encantadora. Começou a conhecer mais sobre seu corpo e sobre sexo. “Não preciso de homem” ela dizia, seu diário era sua companhia mais fiel, pois relatava toda a sua vida naquela cidadezinha de fim de mundo.

“ Embora meu objetivo seja compreender o amor, e embora sofra por causa das pessoas a quem entreguei meu coração, vejo que aqueles que me tocaram a alma não conseguiram despertar meu corpo, e aqueles que tocaram meu corpo não conseguiram atingir minha alma.”

Maria ainda é uma sonhadora, mesmo depois de tudo pelo que passou. Sua “nova vida” na Suíça não será um mar de flores e ela saberá disso logo que começar a trabalhar.
Numa cidade estranha, outra língua, pessoas frias que parecem não vê-la, torna tudo ainda mais difícil. Sua única saída é ser uma prostituta no bar Copacabana. O melhor da cidade.
Sua sede de saber, começa a aflorar e Maria se dedica a aprender tudo que possa lhe ajudar em “seu trabalho” e na sua estadia naquela cidade . Sabe se diferenciar das demais colegas na sua ingrata profissão.                  
Em um de seus passeios pela pequena cidade, se depara com um pintor que a toca com palavras e gestos gentis. Maria não entende seus sentimentos e se torna um pouco arredia.

 “ E se for esse o caso, mesmo que já o tenha perdido, eu ganhei um dia feliz na minha vida. Considerando o mundo como ele é um dia feliz é quase um milagre. ”

Aprende que o amor vem em dias ensolarados ou em dias de chuva... para quem já amou tanto (e sofreu todas as vezes) não sabe escolher seu destino, o caminho certo. 
É um dos livros que mais adoro! Paulo Coelho tem uma maneira  bem simples e direta, com trechos para se refletir. Essa história (verídica) narra à vida de uma prostituta, suas relações e experiências sexuais e que não se deixa  envolver pelas reviravoltas da vida, que foi obrigada a encarar. Vale muito à pena conhecer o Mundo de Maria.




Até a próxima!
Beijos.

26 comentários:

  1. Oie,
    nossa li esse livro faz muitos anos, mas devo confessar que não sou fã do Paulo Coelho, mas gostei da sua resenha :)

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. Lauri, passei desde os meus 13 anos até hoje só ouvindo meus professores de literatura metendo a boca no trombone quando o assunto é Paulo Coelho. Na verdade, acho que até fui influenciada por eles, uma vez que não peguei nenhum dos 4 livros dele que eu tenho lá em casa para ler. Mas, aí vejo como sou tola! Devo ter a minha própria opinião e, gostei bastante da história deste livro. Quem sabe não seja um pontapé inicial! rs Prometo que vou tentar ler algo dele!

    Beijos,
    Caroline, do Criticando por Aí.

    ResponderExcluir
  3. Nunca li nada de Paulo Coelho, acho que até tenho um certo preconceito com os livros do autor, mas não quero criticar sem ter fundamentos, gostei do enredo desse livro, diferente, no mínimo e pelos trechos, o autor escreve muito bem mesmo. Espero um dia ler algo dele e saber como é a literatura de Paulo Coelho ;}

    Beijos
    http://mon-autre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi amiga, ótima resenha!!
    bom, eu sou uma fã de Paulo Coelho então sou toda elogios ^^
    hehehe
    Amei os quotes que colocou aqui...
    beijos MIla
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá Lauri,

    Eu nunca li nenhum livro do Paulo Coelho, mas já vi muitas resenhas sobre seus livros. Ele é um grande escritor. Gostei muito da sua resenha, nao deixa duvida que o livro é muito bom.

    Estou seguindo seu blog, convido-a para conhecer o meu
    http://marcia-pimentel.blogspot.com.br/2013/01/qual-o-livro-que-voce-esta-lendo.html

    Bjs

    Marcia Pimentel

    ResponderExcluir
  6. Oi Lauri, esse é o único livro do Paulo que consegui terminar de ler, e gostei muito na época. Não tenho muita curiosidade de ler outros do autor.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia " As Valquírias" é lindo muito romântico e delicado, vc vai gostar!

      Excluir
    2. As Valkirias é sensacional... Onze minutos pra mim é um dos melhores...Vale a pena ler também o Alquismista. Pra quem tem cabeça aberta, vai entender perfeitamente a mensagem que o autor quer deixar..

      Excluir
  7. Oi flor,

    Como vai?

    Amei o seu blog!
    Parabéns!!!
    Ansiosa para as próximas postagens.
    Já estou fazendo parte deste cantinho tão encantador, faça-me uma visita ao meu blog e se gostar será um imenso prazer em te-lá em meu cantinho.
    http://melbernardo.blogspot.com

    Bjok@s e sucessos

    ResponderExcluir
  8. Oi, Lauri.

    Li todos os livros de Paulo Coelho - exceto o primeiro que já não era mais publicado na década de 90 - até Veronika Decide Morrer, e gostei bastante. Acho que os mais novos são meio "encomendados", mas gostei dessa história. Eu o leria. ;)

    Beijos,

    Isie Fernandes - de Dai para Isie

    ResponderExcluir
  9. Olá, Lauri!!

    Esse é um dos poucos livros do Paulo Coelho que tenho vontade de ler. -rs

    Muito fofa a dedicatória, realmente. *o*

    Beijos,

    Samantha Monteiro
    Word In My Bag
    http://wordinmybag.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oii Lauri!
    Comecei a ler Onde Minutos, mas não cheguei a terminá-los, é uma história bastante tocante a de Maria, espero ter a oportunidade de terminar de lê-lo em breve.
    Parabéns pela resenha!
    Beijos

    Elidiane - Leitura entre amigas

    ResponderExcluir
  11. Tem gente que ama e tem gente que odeia o Paulo Coelho né? eu só li um livro dele, Brida.

    ResponderExcluir
  12. Nahim...tenho muita vontade de ler algum livro do Paulo Coelho. Esse parece ser muito bom. Adorei sua resenha.
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma

    ResponderExcluir
  13. Nunca li nenhum livro de Paulo Coelho, mas sei o quanto ele é admirado.
    Fiquei com curiosidade de ler esse livro, para conhecer de verdade o trabalho desse autor tão famoso e porque achei a sinopse interessante. A história parece ser forte!

    TRASH ROCK

    ResponderExcluir
  14. Lá no meu blog tá rolando sorteio, confere lá depois! shelikesrockn-roll.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Lauri! Os livros do Paulo Coelho trazem sempre belas mensagens. O que mais gosto é Na margem do Rio Piedra, e logo depois O alquimista e Brida. Parabéns pela resenha.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  16. Eu só li uns dois livros do Paulo Coelho, mas tipo, esse não gostei muito, mesmo a resenha tendo ficado ótima :D

    - Vitamina de Pimenta -

    ResponderExcluir
  17. Oi, Lauri.
    Sempre falam muito bem desse livro, mas até hoje não tive curiosidade em ler nenhuma obra do Paulo Coelho.
    Mas, ultimamente os livos dele veem me perseguindo, acabei comprando Brida em um sebo. Vamos ver se eu me animo de ler rs
    Beijinhos
    http://fulanaleitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Não gosto muito do Paulo Coelho, mas admito que ele escreve muito bem. E por incrivel que pareça quando estava hoje na biblioteca, vi esse livro, pensei, hesitei e por fim deixei ele onde estava. Parabéns pela resenha.

    Lucas / Era uma vez

    ResponderExcluir
  19. Adorei sua resenha Lauri! Não vou dizer que não gosto do Paulo Coelho, porque nunca li um livro dele, mas tenho curiosidade e esse parece ser um livro bom pra começar ;)

    xoxo
    lepetit-mari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Já li Onze Minutos e achei bom!!!
    Te vi lá no União da Blogueiras.Amei o blog!!!
    Bjus

    http://blogluminoso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. O livro parece muito bom...vai virar filme...dizem q é a anahi que vai fazer a maria...to torcendo para que seja dela o papel,acho ela uma excelente atriz!!!

    ResponderExcluir
  22. li esse livro ha 9 anos atrás,e pra mim foi como ler a minha própria historia de vida, fiquei muito emocionada...amei, e hoje me deu vontade de ler de novo...

    ResponderExcluir