Welcome



INICIO
EDITORAS PARCEIRAS
BLOGS PARCEIROS
BOOKLIST
LINK-ME
SELINHOS
CONTATO

18 fevereiro 2013

Resenha #68 - Escolhido Pelos Leitores - Morte Súbita - J. K. Rowling



Título: Morte Súbita
Autora: J. K. Rowling
Editora: Nova Fronteira
Número de Páginas: 504

Sinopse:

“ Quando Barry Fairbrother morre inesperadamente aos quarenta e poucos anos, a pequena cidade de Pagford fica em estado de choque. A aparência idílica do vilarejo, com uma praça de paralelepípedos e uma antiga abadia, esconde uma guerra. Ricos em guerra com os pobres, adolescentes em guerra com seus pais, esposas em guerra com os maridos, professores em guerra com os alunos… Pagford não é o que parece ser à primeira vista. A vaga deixada por Barry no Conselho Distrital logo se torna o catalisador para a maior guerra já vivida pelo vilarejo. Quem triunfará em uma eleição repleta de paixão, ambivalência e revelações inesperadas? ”

Resenha

Tudo começa e gira em torno do aneurisma sofrido pelo personagem Barry Fairbrother, que teve avisos por um fim de semana inteiro, que alguma coisa, não ia bem à sua cabeça. Mas sem a sua negligência a dor, este livro não seria “Morte Súbita”.
Uma das personagens é Krystal,  uma adolescente problemática e de boca suja. Aliás, não só ela, quase todos.

É uma estória longa de 504 páginas, que descreve a cidade de Pagford, com suas famílias, cada uma com seus próprios problemas.
Com a morte de Barry, surge à vacância no Conselho Distrital da Cidade, isso são motivo de votação e também de inquietação, conchavo, pactos e pirraças.
O enterro de Barry foi um acontecimento “mental”, onde todos os presentes se questionavam em relação ao morto. Pagford antes e depois de Barry.


    “Quando somos honestos, as pessoas ficam chocadas.”

A clínica Bellchapel, de reabilitação para dependentes químicos, não era bem vinda por muitas famílias ali residentes, pois não gostavam de conviver com os seus freqüentadores.
Na escola principal da cidade o vice-diretor, não é o que parece e o seu segredo e mais uma bomba a explodir.

Quem fazia e mantinha o equilíbrio da cidade era Barry Fairbrother, com seu carisma bonachão e sua perseverança, trazendo todos aparentemente unidos e progredindo.
Com psicopata, sociopata e outros do gênero, a autora faz um trabalho detalhado de cada personagem, como uma boa psicóloga que entre outros procedimentos faz as suas anamneses.
 

 “Um vento gélido e maroto que ia buscar os pontos fracos das pessoas, como a nuca e os joelhos, e lhes negava o consolo de sonhar, de fugir um pouco da realidade.”

É um livro altamente descritivo, com diálogos pequenos e muita crueza em detalhes.
Krystal e Bola, são adolescentes que não se amam, não, não há amor, mas os dois estão sempre juntos, só que sexualmente.
Ela é uma garota sofrida, quase abandonada, incompreendida, marcada, abusada, dessas que infestam a nossa sociedade e sem ninguém que acredite nela, lhe dê uma chance, enfim que faça a diferença.
A única pessoa que se preocupava deveras com a cidade, promovendo-a socialmente, foi justamente essa pessoa, a morrer de “Morte Súbita”.



Até a Próxima!
Beijos.

10 comentários:

  1. Hummm eu acho que não leria este livro amiga, prefiro ficar com os livros de fantasia da autora..
    eu gostei da sua resenha, mais... não gostei do estilo do livro..

    beijos, resenha nova no blog
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/2013/02/resenha-viagem-do-tigre.html

    ResponderExcluir
  2. Confesso que estórias do gênero não costumam me atrair. Além disso, a capa não é um ponto forte do livro, mas devo admitir que o livro em si me parece bem construído.
    Está sendo realizado um concurso no Guerra no Papel/, cujo objetivo é indicar blogs para se tornarem parceiros da equipe. Estou te indicando para ser parceira do Guerra no Papel. Se efetuar parceria, avise em meu blog. Saiba mais aqui!/
    clandestina-a-bordo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu quero muito ler esse livro, ainda que seja diferente dos demais livros da autora. Acho que ela tem uma super capacidade de escrita, é impossível que a obra seja ruim.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Lauri, tudo bom?
    Adorei sua resenha, descreveu o livro perfeitamente. Já li e gostei bastante, mesmo sendo descritivo e com poucos diálogos. Li relativamente rápido!
    Eu curti a capa, mas achei que poderia ter sido melhor. A questão é que o livro físico é LINDO, o papel é maravilhoso e a capa é toda emborrachada!

    Beijos,
    www.nathlambert.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. oi querida,
    ainda nao li este livro mas estou bem curiosa, principalmente por ser da JK. Acho que vindo dela deve ser bom mesmo.
    boa semana
    ;*

    dudsparrow.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Mais uma resenha desse livro, to o amando mais a cada uma, mesmo ainda não tendo o lindo. Mas vou ver se compro e quem sabe eu poste alguma? A sua ficou realmente boa e estou ansiosa para ler um lrivro da J.K sem ser de HP. :D
    Beijão e se cuida.

    - Vitamina de Pimenta -

    ResponderExcluir
  7. Oi, selinho pra você lá no blog
    Beijos,
    lendoumsonho.blogspot.com

    ResponderExcluir