Welcome



INICIO
EDITORAS PARCEIRAS
BLOGS PARCEIROS
BOOKLIST
LINK-ME
SELINHOS
CONTATO

04 março 2013

Resenha #71 - Doce Vampiro - Flynn Meaney


Título: Doce Vampiro
Autora: Flynn Meaney
Editora: Verus
Número de Páginas: 248

Sinopse:

“ Tímido e desajeitado, Finbar Frame é daquele tipo que nunca consegue ficar com nenhuma menina. Alto, magro, pálido e alérgico ao sol, infelizmente as garotas do colégio não apreciam sua pele nem sua alma sensível. Com sua natureza introspectiva e a pele incrivelmente pálida, é surpreendentemente fácil para Finbar fingir ser um vampiro. Mas, quando conhece uma menina que talvez goste dele de verdade, descobre que a vida como falso vampiro é mais complicada do que ele pensava.”

.
.
.
.
.
Resenha

Finbar é um garoto de 16 anos, com um metro e oitenta e cinco, magro, pálido de olhos muito azuis. Bem diferente de seu irmão hiperativo Luke. Que é forte, musculoso, que não consegue ficar muito tempo parado e faz muito sucesso com a mulherada e nos esportes.

Depois de se mudar para Pelham em Nova York, foi estudar na Escola Secundária Pública de Pelham.
A mãe de Finbar é completamente neurótica quando o assunto é limpeza, e seu pai é tão estranho quanto ela.

Depois de descobrir de uma forma bem dolorosa que era alérgico ao sol, em suas viagens de metrô, começou a perceber que vampiros faziam muito sucesso com as garotas. E o seu “tipo físico” era bem parecido com o famoso vampiro Chauncey Castle, do livro Sede de Sangue.

" Uma onda de otimismo e sensação de poder tomou contra de mim, o que é bastante incomum quando se tem um metro e oitenta e cinco de altura e apenas sessenta quilos."

Pela primeira vez Finbar conhecia o gostinho bom de ter amigos, mas como ele era “um vampiro”, teria que mudar seus hábitos e táticas.
Sua primeira amiga na escola nova era Jenny. Uma garota esquisita sempre vestida de preto e cabelo mal pintado (metade laranja e metade preto).
Sua armação começa a dar certo, mas ao conhecer Kate ele percebe que ser “vampiro” pode não ter sido uma boa ideia.

“Enquanto o professor construía uma montanha russa de Lego, eu fazia minha melhor imitação de Edward-Cullen-na-aula-de-biologia. Quando uma morena bonita sentou perto de mim, apenas olhei para ela brevemente antes de desviar o rosto. Tinha certeza que esse olhar sombrio e sinistro teria sobre ela o mesmo efeito que o do Edward teve sobre a Bella em Crepúsculo.”

O que mais achei incrível nessa estória é que mostra a vontade desesperada de um adolescente ser popular na escola, entre seus colegas e principalmente com as garotas.
Mas aos poucos enxerga que para isso acontecer basta que seja sempre ele mesmo. Sem armação, fantasia ou personagem. Ser você mesmo sempre é o melhor caminho.

A estória é bem leve e muito engraçada. Finbar é um garoto de alma pura e sensível.Tendo pensamentos pervertidos como qualquer garoto de sua idade.
Sempre dialogando consigo mesmo, deixando a estória bem humorada.



Capas pelo Mundo:



Até a Próxima.
Beijos.

18 comentários:

  1. Nunca tinha visto esse livro, mas parece ser mesmo divertido. Só não deu tanta vontade por ser de vampiro (mais um).

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois deveria ler Ju!
      Esse livro não tem nada igual rs.
      O "vampiro" é de mentira e é uma leitura MUITO divertida.

      Excluir
  2. Hahahahaha já deixe separadinho ai pra mim ler =P
    aaiinnn ta sofrido viu Queimada de tds que já li esse é bem ruimzinho ^^ sobre Doce Vampiro a capa que eu gostei mais foi a Brasileira mesmo \o/
    Fiz um selinho e te indiquei =D

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Lauri, tudo bom contigo?
    Adorei sua resenha! Conhecia o livro de vista e agora fiquei com vontade de ler, parece ser muito legal! Eu achava que era um livro paranormal, mas é só um livro bobo e feliz que deve ser super fofo e OMG EU NECESSITO LER ISSO.
    Além de que a capa é fofinha ><

    Beijos!
    www.nathlambert.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ri do começo ao fim rs.
      Finbar é um doce de garoto e vai te conquistar como me conquistou.

      Excluir
  4. Eu não conhecia esse livro mas eu amei o enredo ele deve ser muito fofo e engraçado! Amei a dica! Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma estória muito fofa e divertida.
      O Luke (irmão de Finbar) é bem engraçado e a mãe dele tb.

      Excluir
  5. Hey,
    não conhecia o livro mas amei sua resenha. Digo, ele parece ser bem engraçado, haha. Estou com vontade de ler *-*

    Bye,
    Iasmin - Febre Literária.

    ResponderExcluir
  6. Eu vi uma vez, mas não sei porque, não me interessei nadinha pela leitura dele. A resenha deu a entender que ele é bem engraçado e diferente. Gostei :D

    - VITAMINA DE PIMENTA -

    SORTEIO NO BLOG:
    http://vitaminadepimenta.blogspot.com.br/2013/03/sorteio-2-o-circo-da-noite-erin.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É realmente bem diferente de tudo que li, traz uma comédia bem leve, mas diverte o leitor.
      Finbar é um amor.

      Excluir
  7. Opaa! Adorei a sua resenha e esse livro parece ser interessante! Essa questão da busca pelo popular é bem legal, mas não curti a capa brasileira, prefiro a segunda.
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa estória me tirou muitas gargalhadas e é muito fofo o Finbar.

      Excluir
  8. Nunca li mas parece ser ótimo, e sua resenha ficou perfeita! Adorei demais.
    www.espacegirl.com

    ResponderExcluir
  9. O livro parece bem divertido. A resenha ficou muito boa e deu vontade de ler, mas vamos combinar que as capas são muito toscas hahahahhah
    boa semana
    ;*

    dudsparrow.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb acho as capas bem toscas rs.
      Gosto da brasileira. Combina muito bem com a estória de Finbar.

      Excluir