Welcome



INICIO
EDITORAS PARCEIRAS
BLOGS PARCEIROS
BOOKLIST
LINK-ME
SELINHOS
CONTATO

12 agosto 2013

Resenha #104 - A Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista - Jennifer E. Smith


Olá meus amores.
Me desculpem pelo atraso do post, mas estava desde as 14:30 no pet shop com a minha princesinha Pituka, que ficou dodói e estava tomando soro e medicamentos. Se Deus quiser ela vai melhorar.#mamãeteamafilha
Então vamos parar de enrolação e vamos a resenha de hoje.



Título: A Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista
Autor(a): Jennifer E. Smith
Editora: Galera Record
Número de Páginas: 223

Sinopse:

“ Com certa atmosfera de Um dia, mas voltado para o público jovem adulto, A probabilidade estatística do amor à primeira vista é uma história romântica, capaz de conquistar fãs de todas as idades. Quem imaginaria que quatro minutos poderiam mudar a vida de alguém? Mas é exatamente o que acontece com Hadley. Presa no aeroporto em Nova York, esperando outro voo depois de perder o seu, ela conhece Oliver. Um britânico fofo, que se senta a seu lado na viagem para Londres. Enquanto conversam sobre tudo, eles provam que o tempo é, sim, muito, muito relativo. Passada em apenas 24 horas, a história de Oliver e Hadley mostra que o amor, diferentemente das bagagens, jamais se extravia. ”




 

Resenha

“ Quem diria que 4 minutos poderiam mudar tudo. ”

O contra tempo acontece com todo mundo, e Hadley Sullivan sabia disso agora quando perdeu seu vôo para Londres. Por causa de 4 minutos atrasada.
É o casamento do seu pai (que não o vê a mais de um ano) com uma mulher desconhecida para ela.
Hadley é muito ressentida com o pai, pois acabou com sua família e magoou muito sua mãe, ir ao casamento de seu pai com Charlotte era presenciar o fim de algo que acabou tão repentinamente.
Ao perder o vôo, conheceu por acaso Oliver, um rapaz simpático e misterioso.  Nas 7 horas de viagem para Londres um fará companhia ao outro e logo a claustrofobia de Hadley ia sendo suavizada com a conversa divertida de seu acompanhante sarcástico.

“ (...) Decide parecer uma idiota e ignora as sobrancelhas levantadas do garoto enquanto disseca o jantar com a minúcia de um experimento biológico. (...)
–  Você faz isso muito bem. – diz ele com a boca cheia de rosbife, e Hadley concorda.
–  Tenho medo de maionese, então me especializei nisso.
– Você tem medo de maionese?
Ela concorda.
– É meu medo número três ou quatro.
–  Quais são os outros? – pergunta com um sorriso – quero dizer, o que pode ser mais assustador que maionese?
– Dentistas – diz Hadley. – Aranhas. Fogões. ”
Era o dia mais longo e difícil para Hadley e Oliver, ter que enfrentar seus “fantasmas”.
A estória e leve, um romance daqueles bem fofos e que acontecem raramente na vida real.
O relacionamento entre Hadley e seu pai não era um dos melhores.
O vazio e a tristeza que assolava seu coração começavam a se dissipar, quando Hadley percebeu e viu nos olhos de seus pais que cada um era feliz, suas atitudes mudaram a respeito de tudo.
Oliver teve uma participação essencial nessa mudança, mostrando a ela que tudo não era tão ruim assim.

“ Oliver é como uma música que ela não consegue esquecer. Por mais que tente, a melodia do encontro entre os dois a melodia do encontro entre os dois fica tocando na cabeça repetidamente, cada vez mais agradável, como uma canção de ninar, como um hino; não tem como ficar cansada daquilo. ”
Uma estória delicada, simples, encantadora, romântica e cheia de conflitos que todo adolescente enfrenta.
A amizade entre os personagens começa a crescer com um pouco de timidez da parte de Hadley, mas com o jeito desinibido e engraçado de Oliver começam a se abrir um com outro. Contando coisas de suas vidas, do porque de estarem viajando “sozinhos”.




Capas pelo Mundo:
 






 




 




10 comentários:

  1. Parece ser um história fofinha *-* e que capas lindas!

    Adolecentro

    ResponderExcluir
  2. Primeiramente: Eu necessito desse livro urgentemente, todos falando e eu quero ler!!!
    Adorei tua resenha, maravilhosamente bem escrita, e essas capas pelo mundo uma mais linda que a outra né?
    Beijos.
    http://www.garotadolivro.com/

    ResponderExcluir
  3. Achei ele bem fraquinho..ficou algumas pontas soltas mas não é de todo ruim =P
    e ameeeeeeei essas capas principalmente as desenhadas...fofas demais!!!!

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu fiquei morrendo de vontade de ler esse livro desde que vi a capa (sou apaixonada pela nossa capa) e a história parece muito boa.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
  5. Oi lauri, sou louca para ler esse livro, parece ser muito gostoso. Espero ter oportunidade, eu adoro essa capa, mas tem outras fantásticas por aí.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Ai que vontade de ler esse livro, adorei sua resenha! *-*

    Bjs
    de-livro-em-livro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Realmente é um livro fofo mesmo.
    Eu curti a leitura, mas sabe quando você espera um pouco mais? Foi assim que eu me senti, apesar de ter curtido a leitura.
    Gostei de saber sua opinião e percebi que tivemos impressões parecidas sobre isso. Adoro quando me identifico com a opinião de um resenhista. Hehe
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  8. solicito ahh amei a resenha deve ser perfeito ainnnnnn

    cafezinhoviciante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Eu adoro a capa desse livro e sempre vejo coisas bem positivas dele!
    Quero ler, mas a minha pilha de livros e serviço estão grandes!!!
    Gostei da resenha.

    Beijos
    http://plantaoonline.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Lauri, não li esse livro ainda ta empacado no meu kindle pq o começo dele não me prendeu... comprei pela capa e acho que não me agradou muito.

    Beijo, @_RayPereira
    http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir