Follow Us


21 outubro 2020

Caixinha de Correios #69

16:04 1 Comments

Oi amores.
C-H-E-G-U-E-I!

Confere aí mais uma Caixinha de Correios.

Sou muito fã dos livros da Kiera, mas estou apreensiva com essa leitura, pois já vi que muitos não gostaram. Vamos ver qual vai ser minha opinião.

Quem me conhece sabe o quanto eu sou louca, absolutamente vidrada em O Senhor dos Anéis e O Hobbit. Sou aquele tipo de fã que vê os filmes diversas vezes (sabe todas as falas), sempre que tem oportunidade kkk.
Estava louca pra comprar O Hobbit de capa dura e é tão lindo que fico admirando por horas, capa, contra capa... tudo é perfeito.

Dessa série só li os dois primeiros, mas já adquiri o sexto livro, pois gosto de ler em sequência. Cada livro dessa série é melhor que o outro.

Finalmente completei minha trilogia, minha mãe amou a leitura dos três livros, só falta começar a leitura.

O que falar de uma das minhas DIVAS Julia Quinn? Nada do que eu falar, será o suficiente rs.
Amo todas as suas obras e compro todas que são publicadas.
Essa trilogia vou ler em sequência, do jeitinho que eu gosto.

Dizem que esse é o melhor livro da trilogia... olha que vou comprovar se é verdade mesmo.

Minha mãe já leu a trilogia e eu sempre pegava ela rindo durante a leitura desse livro.

Esse livro ganhei de amigo secreto do meu grupo literário ARF Fortaleza do ano passado.
Comecei a ler, mas foi chegando outros livro e deixei ele de lado. Pretendo concluir a leitura e trazer a resenha pra vocês.

Por hoje é só amores.
Até a próxima.
Tchau!


                                                                                 

15 outubro 2020

Resenha #192 - Lady Killers: Assassinas em Série - Tori Telfer

15:13 4 Comments
Oie amores.
C-H-E-G-U-E-I!
Posso afirmar que Lady Killers foi uma das melhores leituras, na minha opinião desse ano.
Confere aí!

Sinopse:
As mulheres mais letais da história em uma edição igualmente matadora.
"Quando pensamos em assassinos em série, pensamos em homens. Mais precisamente, em homens matando mulheres inocentes, vítimas de um apetite atroz por sangue e uma vontade irrefreável de carnificina. As mulheres podem ser tão letais quanto os homens e deixar um rastro de corpos por onde passam — então o que acontece quando as pessoas são confrontadas com uma assassina em série? Quando as ideias de “sexo frágil” se quebram e fitamos os desconcertantes olhos de uma mulher com sangue seco sob as unhas?
Prepare-se para realizar mais uma investigação criminal ao lado da DarkSide® Books e sua divisão Crime Scene®. Esqueça tudo aquilo que você achava que sabia sobre assassinos letais — perto de Mary Ann Cotton e Elizabeth Báthory, para citar apenas algumas, Jack, o Estripador ainda era um aprendiz.
Inspirado na coluna homônima da escritora Tori Telfer no site Jezebel.com, Lady Killers: Assassinas em Série é um dossiê de histórias sobre assassinas em série e seus crimes ao longo dos últimos séculos, e o material perfeito para você mergulhar fundo em suas mentes. Com um texto informativo e espirituoso, a autora recapitula a vida de catorze mulheres com apetite para destruição, suas atrocidades e o legado de dor deixado por cada uma delas.
Através das páginas de Lady Killers: Assassinas em Série os leitores vão perceber que estas damas assassinas eram inteligentes, coniventes, imprudentes, egoístas e estavam dispostas a fazer o que fosse necessário para ingressar no que elas viam como uma vida melhor. Foram implacáveis e inflexíveis. Eram psicopatas e estavam prontas para dizimar suas próprias famílias. Mas elas não eram lobos. Não eram vampiros. Não eram homens. Mais uma vez, a ficha mostra: elas eram horrivelmente, essencialmente, inescapavelmente humanas."

Resenha

Lady Killers primeiro me conquistou pela capa excepcionalmente linda e chamativa e sou muito fã do canal FreakTV, acompanho e vejo todos os vídeos e me ganhou quando assisti a resenha do livro do canal, onde eles apresentam uma série somente voltadas para as Serial Killers.
Me apaixonei por esse gênero sombrio a partir dos vídeos elaborados e bem feitos desse canal, daí venho acompanhando tudo que vem sendo lançado pela Darkside.
Comecei a leitura com muita expectativa, e pra minha surpresa alcançou todas elas, pela riqueza de detalhes de cada serial killer, é monstruoso, inacreditavelmente cruel, doentio, frio e sádico.

Essa coletânea traz casos do século dezessete, onde naquela época a mulher era somente taxada como uma dona de casa, frágil, mãe amorosa que cuida dos filhos e do marido. Era somente para isso que as mulheres serviam naquela época, só não contavam que algumas delas fariam história ao decorrer do século, deixando seus nomes e suas monstruosidades famosas.
Tori Telfer fez um compilado das melhores e horrendas serial killers, destacando suas histórias, que muitos ao ouvir ou presenciar não imagina que uma mulher, ditada pela sociedade como sexo frágil, seria capaz de qualquer barbárie.
São quatorze histórias para conhecermos a fundo, em detalhes, explicando a vida de crimes dessas mulheres perturbadas, sagazes e extremamente inteligentes.


Lady Killers tendo uma diagramação esplêndida, é aquele livro que nos impacta com os relatos, e mostra que mentes diabólicas não está dignado somente aos homens, mulheres também são capazes de matar com frieza, brutalidade e astucia. Usam sua “fragilidade” para conseguir realizar seus mais monstruosos desejos, seja ele somente por vingança ou por simplesmente não aguentar que lhe digam o que fazer.
São tão inteligentes, que passam despercebidas quando são descobertas, e mesmo no tribunal com todas as provas, testemunhas de seus crimes, a sociedade se “apieda” delas por serem mulheres bonitas e outras nem tanto, mas somente por serem mulheres.
Mentes cruéis e distorcidas, matam pelo menor problema ou infortuno, tão fácil e sem sujeira, arsênico e veneno para rato, os queridinhos e fieis companheiros das “donas de casa” acima de qualquer suspeita.

É uma leitura que não te permite parar, você fica vidrado em cada página, querendo conhecer cada uma dessas mulheres.
Fiquei completamente horrorizada com o tamanho da crueldade que essas mulheres tem, na minha opinião as três piores foram:

- Lizzie Halliday – “(...)A pior mulher na terra, usando sua inteligência para planejar e executar assassinatos múltiplos”;

- Mary Ann Cotton – “(...)Uma bela jovem que não suportava ver ninguém atrapalhando seu caminho. Comparada a Jack, o Estripador, ela era pior”;

- Darya Nikolayevna Saltykova – “(...)Em casa, mantinha uma pratica de tortura quase meditativa, agredindo seus criados por horas e matando os que mais a incomodavam. Até mesmo sua tortura era previsível: ela espancava aqueles que falhavam em limpar apropriadamente a casa.”



Teve momentos durante a leitura que eu ficava tipo:

Como é que não desconfiaram dessa demônia meu pai? Confesso que algumas vezes eu relia o paragrafo, pois não acreditava que um ser humano seria capaz de tal atrocidade, numa frieza tão calculada.
Dos quatorze relatos, essas três foram as mais cruéis, sem nenhum remorso na hora de sua sentença, seja forca, isolamento em calabouço ou queimada viva, a maldade estava tão incrustada dentro delas, que nem na hora de sua morte, essa mulheres se arrependeram de toda a maldade que fizeram com crianças, maridos, mãe, irmãs, conhecidos, estranhos, parentes... a maldade não diferenciava quem era quem, se estava nos seus planos matar, somente iam lá e se desfaziam do desafeto. Mulheres completamente letais, ardilosas, enganadoras, traiçoeiras, manipuladoras e dissimuladas e extremamente inteligentes. Esse é o perfil das Lady Killers citadas nessa obra magnifica.
Uma leitura extraordinária, sem mais!

Título: Lady Killers: Assassinas em Série 
Autor (a): Tori Telfer
Editora: Darkside Books
Número de Páginas: 384
                                                        

02 outubro 2020

Resenha #191 - Bronagh - Irmãos Slater # 1.5 - L.A. Casey

12:17 8 Comments

                                

Oie meus amores.
C-H-E-G-U-E-I!

Confere aí a resenha negrada!

Sinopse:

“Bronagh Murphy passou por muitas coisas nos últimos anos, um inferno de coisas, então, quando seu 21º aniversário chega, tudo o que ela quer fazer é relaxar e passar o dia com sua família. Silenciosamente.
Seu namorado, Dominic Slater, não sabe o que é relaxar ou ficar tranquilo. Ele nunca o fez, e nunca o fará. Ele planeja um dia para Bronagh romântico e emocionante. No entanto, a versão de Dominic de emocionante é muito diferente da de Bronagh, como ela vai descobrir em breve.
Quando as coisas parecem que vão piorar, e uma confusão faz Dominic mais uma vez ter de lutar por sua garota, Bronagh terá de decidir de uma vez por todas se ela vai lutar ao lado de Dominic ou ir embora e nunca olhar para trás.
Bronagh ama Dominic, e o que Bronagh ama, Bronagh protege.”

Resenha

Como prometido hoje trago o livro da Bronagh, que o spin off do livro do Dominic, que nossa amada autora dá ao livro o título de cada protagonista, o que acho o máximo!
Não preciso dizer mais uma vez o quanto sou fã dessa série né? Só amor!
Depois dos conflitos sérios que sofreram no livro anterior, os Irmãos Slater com Bronagh e Branna vivem uma vida cheia de companheirismo, amor, união e muita tiração de sarro.
 
Bronagh e Dominic é aquele tipo de casal que traz ao leitor boas risadas, que faz muita trapalhada quando estão juntos e um não ajuda o outro quando precisa se desviar das brincadeiras sem graça dos irmãos Slaters.
 
Um completa o outro de diferentes formas e jeitos, são perfeitos juntos. O amor forte que quebrou as barreiras impostas por Bronagh com quem se aproximava, só vem aumentando no decorrer da vida a dois. Casal de personalidade forte, o que acarreta muitas cenas engraçadas protagonizadas por eles, daí quando junta os outros irmãos é risada na certa.

“– Parabéns pra você." - ele cantarolou baixinho. Ah meu Deus! “– Nesta data querida." - Ah meu Deus! Pare com isso! “– Muitas felicidades, minha querida lindinha." Ah, meu Deus, não! “— Muitos anos de vida."

Nesse “conto” já tem se passado três anos, com Bronagh completando vinte e um anos, juntando todos para fazer desse dia especial e marcante para ela.
Comparado ao livro anterior, os dois tem amadurecido bastante nesses três anos que se passaram, mas a personalidade de Dominic em arrumar briga e ser boca suja não mudou, e Bronagh não deixa de ser a menina brincalhona e irritadiça.
 
O que mais me emociona é que a união desses irmãos, o amor que cada um tem pelo outro, a fidelidade, camaradagem é tocante.  Sabe aquela frase: “Ninguém solta à mão de ninguém”, é a personificação desses irmãos, pois o que passaram e ainda passam tudo pela proteção de sua família é lindo de se ver só quem leu o primeiro livro vai entender do que falo).  O que os Irmãos Slater amam, eles protegem!

“Logo me deparei com um pequeno livro preto, que tinha Bronagh, escrito em roxo, gravado na capa. Tirei o livro e, em seguida, o abri. Senti o ar escapando dos meus pulmões quando li a página com o título. 100 Razões Pelas Quais Eu Te Amo.”

O casal precisa resolver os problemas que ainda assombram o relacionamento, apesar do relacionamento está seguindo um rumo diferente, as brigas e reconciliações na cama continuam as mesas, mas com o tempo a falta de comunicação vai atrapalhar o casal.
A estória contada é de apenas um dia, relatando o aniversário de Bronagh, aonde seu namorado romântico e brigão irá surpreendê-la muitas vezes, com a ajuda de seus irmãos.
A autora deixa aquela curiosidade para o próximo livro que será de Alec Slater. Tipo, ela solta um pedacinho do que vai ocorrer na continuação e sai correndo rs. 
Logo trago a resenha do sarcástico e puto Alec. 

“Pensei sobre o que você disse e sei que estava certo. Estava certo sobre tudo. desculpe-me por não ter percebido nosso problema. Prometo que vou encontrar algo que me ajude a lidar com as minhas emoções do jeito certo.”
              
Por hoje é só amores.
Até a próxima.
Tchau!

  

Título: Bronagh - Irmãos Slater # 1.5
Autor (a): L.A. Casey
Editora: Bezz
Número de Páginas: 160

21 setembro 2020

Caixinha de Correios #68 - Darkside

13:55 12 Comments

Oie amores💓💓.
C-H-E-G-U-E-I!

Caixinha de Correios somente de livros da Editora Darkside.
Comprei nove livros de um amigo, e os outros três eu comprei dois pela Amazon e o outro foi com minha amiga.
Confere aí!

Tudo começou quando comprei Medicina Macabra e desde então fiquei enlouquecida por mais livros da Darkside. Soube do meu amigo Alain, que estava vendendo baratinho nove livros e entre eles alguns que eu já andava pesquisando na Amazon.

Assisti resenhas de alguns dos títulos citados aqui no canal FreakTV e me apaixonei.
Tudo tava dando certo, pois consegui por um preço muito bom os nove livros novinhos, somente um deles foi lido. Todos em perfeito estado e sem amassados.

Depois do expediente numa terça, fui me encontrar com o Alain pra buscar os livros, eu tava meio apreensiva de como ia andar de busão pra voltar pra casa com uma sacola enorme com livros ultra pesados...

Minha sorte foi que meu papis💗 precisava levar o carro no centro de Fortaleza, pra ajeitar.

Aproveitei pra combinar de ir me buscar  no trabalho pra irmos juntos pra casa. A leitora aqui tava que nem pinto no lixo com tanto livro rs.

Pela resenha que vi no youtube sobre esse livro, deve ser o menos sombrio comparado aos outros que comprei. Dizem que é um romance lindo, vamos ver.

Andei pesquisando sobre cada um no youtube, e ENFIELD não ficou com boa pontuação no Skoob (nota três), comprei só de pirraça pra ter a minha própria opinião.

Não poderia faltar o monstro dos clássicos sombrios, Poe tinha que entrar na lista de livros darks pra ler.
Confesso que a resenha do canal FreakTV me deixou muuuito curiosa pra conhecer alguns dos contos mais famosos desse autor.


Também comprei esse quando vi nota três no Skoob, quero ver se é tão ruim assim quanto dizem.

Minha leitura do momento, confesso que "namorei" muitos meses com esse livro até conseguir finalmente comprar. Sempre antes de ler eu fico olhando e folheando o livro, pois é lindo demais.

Meu queridinho! 💓
Já tem resenha dessa belezura no blog, só conferir.

Esse livro tem um diferencial comparado aos outros e até mesmo publicados pela editora.
Foi o que me fez comprá-lo pra ser bem sincera.

Esse livro comprei da minha amiga Anne, moramos em cidades próximas e mais uma vez os correios ficou de brincadeira com a minha cara, pois demorou quase dez dias pra chegar. Os correios já não prestavam antes dessa pandemia, agora virou um cabaré! #Desabafo

Minha mãe está horrorizada por eu ter comprado tanto livro desse gênero. Ela quando viu a sacola cheia de livros, os olhinhos dela brilharam! Mas quando viu do que se tratava os livros, foi embora reclamando kkkk.

Espero que tenham gostado.
Por hoje é só.
Até a próxima.
Tchau!